quarta-feira, março 23, 2016

Antônio Cândido e Chico Buarque contra o golpe no Brasil

É esta gente que vale a pena ler e escutar. O resto, nem sequer é espuma dos dias, é lixo que o vento varre. Enquanto houver Brasil e cultura brasileira (e língua portuguesa, já agora) Chico Buarque e Antônio Cândido de Melo e Souza (Prémio Camões 1998), será aqui que os brasileiros cultos, e os que querem sê-lo, será aqui que também os portugueses irão gozar a mestria da língua e a sageza do espírito -- e não num bostícula qualquer, num cunha qualquer, num itagiba (!) qualquer.

5 comentários:

Rose marinho prado disse...

Vamos discordar doravante.....mas tudo bem...um abraço, amigo.

Ricardo António Alves disse...

Discordar sobre o Chico e o A. Candido, não acredito ;)
Abraço

Rose marinho prado disse...

Quero que o pT caia logo, Ricardo. Não há como concordar que esse povo fique anos no poder. Não há.

Ricardo António Alves disse...

Rose, tem todo o direito a querê-lo, e também não tenho pretensões a saber mais sobre a realidade brasileira do que os brasileiros.
Mas a queda dos governos é feita nos parlamentos, ou então em eleições. É assim que se faz. A Dilma foi eleita democraticamente pelo povo brasileiro, e esse mandato tem de ser respeitado. É assim que tem de ser; o resto é golpada antidemocrática.
E, como você sabe, a classe política brasileira está toda ela sob suspeição. Ainda hoje, nos jornais: Aécio, Serra, o miserável Cunha, entre muitos outros, incluindo do PT, receberam dinheiro da Odebrecht. Dilma, não.

Jaime Santos disse...

Defender que é legítimo usar de meios ilegítimos para derrubar um Governo eleito democraticamente é justamente defender o golpismo. Ora, não há golpismo bom, são todos maus. E não deixa de ser curioso que os adversários da PR queiram derrubar Dilma, mas não queiram eleições. Aliás, se bem percebo, se Dilma não renunciar e o impeachment ocorrer, será toda a administração que será derrubada, Temer incluído, o que abriria as portas a Cunha ocupar a Presidência. Em Portugal, isto tem um nome e chama-se vitória na Secretaria, ainda por cima para colocar um Corrupto no topo do Estado... Se isto ocorrer, começo sinceramente a pensar que a anedota de que o Brasil é o País do Futuro e sempre será não é anedota, é Sina...