sábado, março 12, 2011

Geração à Rasca - o melhor está aqui

Aqueles que se vão manifestar hoje são os melhores da sua geração. Têm opiniões e não se resignam. Os que ficam em casa são de duas qualidades: uns, patetas e fúteis, nem têm noção do mundo por que passeiam a inanidade das suas existências; outros, os piores, são os espertalhões, os prudentes sem convicções, os arranjistas de toda a sorte, os sobreviventes, o barro de que se faz este lodo.

4 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

CHEGA DE SER REBANHO DE MAUS PASTORES!
ABRAÇO

Mónica disse...

o seu texto não deixa espaço para dar uma opinião diferente :( estarei enganada ou 2.ª feira volta tudo para a rotina com o rabo entre as pernas.

Manuel Nunes disse...

RAA,
Lá estarei, mas nem quero pensar em encontrar os "homens da luta", o Mário Crespo e outros que tais(Não devem faltar laranjinhas e alguma geração parva do S. Mamede ao Caldas).
Não vou manifestar-me contra o socrático governante - seria redutor, e além disso, nas fotografias de grupo, ele posiciona-se à direita de Angela Merkel,o que Cavaco não desdenharia.
Logo veremos o que é que aquilo dá. Mas lá que é confuso, é.

RAA disse...

MEU CARO IC, NÃO SEJAMOS TRANSUMANTES, TRESMALHEMO-NOS!
OUTRO

Bom, Mónica, não sei. Que me diz dos resultados? De qualquer forma, numa sociedade, é sempre importante a manifestação.

Caro Manuel, isto está muito para além do Sócrates. Eu não fui, porque ingenuamente pensei que a minha geração não estava convocada. (E, ainda por cima, estive em Lisboa!...) Foi pena, porque tratou-se uma grande manifestação. De qualquer forma, esteve lá a minha filha mais velha, geracionalmente compatível.