quarta-feira, março 23, 2011

A crise política I

1. A crise política transcende a nossa pequena circunstância.
2. Depois de Portugal, a Espanha.
3. Vamos fritar enquanto um dos grandes países da UE, na mira dos mercados, não leve a que se arrume a casa.

2 comentários:

Austeriana disse...

Exactamente. A falta de qualidade dos nossos políticos e a nossa dependência económica não nos permitem determinar seja o que for.
O que me parece extraordinário é o festejo de alguns por esta demissão. Vai ser bem pior a emenda que o soneto!

Abraço.

RAA disse...

Grande abraço, Aust.!