sexta-feira, julho 07, 2017

Ah, porra, que bem me soube

ver os Deep Purple ( Made in Japan é um dos míticos álbuns ao vivo da minha geração). Gillan e Glover estupendos, ambos à beira dos 72 anos; o lendário Paice, com 69, em puro domínio de baquetas e pedais. Sem Blackmore, há muitos anos incompatibilizado, e John Lord, que morreu recentemente, Steve Morse e Don Airey estiveram mais do que à altura.

3 comentários:

Paula Lima disse...

Que bom conseguir-se ver grupos de que se gosta, ao vivo! E eles divertirem-se com o público! Estes não iria ver! A minha grande pena é Queen com Freddie nunca terem por cá passado!
Bom fim de semana!

Mister Vertigo disse...

Magnifico!
Um abraço.

Ricardo António Alves disse...

Sem dúvida! abraço a ambos