quinta-feira, dezembro 23, 2010

longe a filosofia, hélas

Diz o estóico e escravo: «Sempre que alguém te acusar de nada saberes e não te sentires atingido, sabe que só então começas de facto a ser filósofo.»* É perfeito, mas depende da cavidade oral de onde provém a acusação, apesar de tudo...

*Epicteto, A Arte de Viver, introdução, tardução do grego e notas de Carlos A. Martins de Jesus, Lisboa, Edições Sílabo, 2007.

3 comentários:

Dalaiama disse...

Meu amigo intelectual :)
Também a si desejo um óptimo Natal, com livros e cds no sapatinho, e o carinho familiar! ;D
abraço

Mónica disse...

perfeito

RAA disse...

Um grande abraço, Dalaiama!

É por isso que eu gosto da bloga, Mónica: há sempre este encontros. Feliz Natal!